Por que é importante ensinar comandos aos cachorros?
Sete fatos sobre o Pitbull
11 de janeiro de 2021
Por que é importante ensinar comandos aos cachorros?
Cachorro de Biden será o “Primeiro-Cão” dos EUA
12 de janeiro de 2021

Galgo Italiano – Principais doenças

Galgo Italiano - Principais doenças

O Galgo Italiano é também conhecido como Pequeno Lebrel Italiano, Greyhound Italiano ou pelo apelido carinhoso de Galguinho Italiano. O que difere essa raça dos outros Galgos é sua estatura pequena, podendo pesar até 7Kg. Apesar de elegante, esse cachorro é um pouco frágil, principalmente quando se trata de oscilações de temperatura e ambientes hostis, já que sua pele é fina e o pelo é curto, por isso, é necessário mantê-lo sempre dentro de casa. 

Se você chegou até aqui, é porque está se perguntando sobre a saúde do Galguinho Italiano e se ele pode ficar doente durante a sua vida. Por ser um cachorro de raça, ele é predisposto a algumas doenças de origem genética e/ ou hereditária e você pode conhecer um pouco mais sobre cada uma a seguir.

Quem tem um Pequeno Lebrel Italiano sabe o quanto suas pernas podem ser finas. Essa característica pode predispor a raça a problemas como ossos quebrados e luxações, por isso, é importante evitar que esse corredor nato fique pulando no sofá e na cama sem auxílio de escadinhas. Um dos problemas locomotores mais comum na raça é a luxação patelar, uma condição que acomete a região do joelho. A patela, também chamada de rótula, é um osso que se movimenta conforme o pet utiliza o joelho e a luxação ocorre quando ela sai do lugar. Essa é uma doença hereditária, ou seja, passada de pais para filhos e os principais sinais são manqueira, dificuldade para se movimentar e demonstração de dor.

Apesar de o nome ser um tanto quanto complicado, não é difícil de entender o que é criptorquidismo. Após um pet macho nascer, há alguns comandos fisiológicos que sinalizam a descida dos testículos para o ambiente externo (o escroto), já que os cães e os gatos nascem com os testículos retidos na cavidade abdominal. No caso dos cachorros, quando essa descida dos testículos não acontece até os seis meses, podemos classificar o quadro como criptorquidismo. Um ou ambos os testículos podem ficar retidos e, neste caso, o pet precisa ser castrado (o testículo na cavidade abdominal aumenta as chances de tumores). O Galgo Italiano tem predisposição a essa condição e os animais acometidos devem ser retirados da reprodução.

O hipotiroidismo é bastante conhecido pelos humanos, mas você sabia que o seu pet também pode ser afetado? Infelizmente, o Galguinho Italiano tem tendência a sofrer com esse problema, já que seu desenvolvimento se dá por um fator genético. O hipotiroidismo é uma doença endócrina que afeta a glândula tireoide,  que é bastante importante para funções metabólicas do corpo. A condição é caracterizada por uma baixa produção desses hormônios, o que resulta em diversas alterações no organismo do cachorro, por isso, os sinais clínicos são os mais variados.

Você sabe o que acontece com o corpo do seu pet quando ele sofre um corte? Há milhares de reações para impedir uma perda de sangue excessiva e posteriormente restaurar a região acometida. O fator de Von Willebrand é um dos elementos importantes da coagulação sanguínea, ele é responsável por ajudar as plaquetas a se aderirem ao vaso quando há lesão do tecido e sem ele, o pet pode sofrer uma hemorragia. A doença de Von Willebrand é caracterizada quando há uma diminuição ou falta desse fator no organismo, sendo bastante perigoso se o cachorro sofrer um acidente ou se cortar. O diagnóstico é feito por uma série de exames e, se tratado, o cachorro pode viver normalmente. 

Outra doença que pode afetar o Galguinho Italiano é o colapso da traqueia. A traqueia é um tubo responsável por levar o ar até os pulmões e o colapso acontece quando há um achatamento dos anéis traqueais (cartilagem), podendo causar uma obstrução e impedindo que o ar chegue até os pulmões. Os principais sinais de que o pet está com essa enfermidade é dificuldade para respirar, tosse e ruídos. A condição acontece por herança genética e não possui cura, apenas controle para proporcionar uma maior qualidade de vida ao cachorro.

Outros doenças que podem acometer o Galgo Italiano:

As doenças citadas aqui são provenientes de estudos e artigos de predisposição de certas doenças em raças. Lembrando que seu pet pode viver uma vida saudável sem ser acometido por nenhuma enfermidade. Entretanto, a informação e conhecimento são importantes e a qualquer sinal de anomalia com seu peludo, procure um médico veterinário.

Fonte do artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *