Como manter um cachorro idoso livre de pulgas
Como manter um cachorro idoso livre de pulgas
23 de novembro de 2020
Gato-aprendendo-Petlove
Como treinar um gato | Petlove
24 de novembro de 2020

Como saber se um cachorro tem carrapato?

Como saber se um cachorro tem carrapato?

Já imaginou o quão desagradável seria ter um parasita “grudado” em você? Dá uma coceira só de pensar! Por mais que o pai humano cuide regularmente da higiene do cachorro, é preciso ter muito cuidado em relação aos carrapatos, que podem ser prejudiciais à saúde do pet. Mas, afinal, como saber se um cachorro tem carrapato e o que devemos fazer caso encontremos algum?

À princípio, vale destacar que se seu pet tem contato com outros animais, frequenta praças, parques ou até mesmo pet shops, infelizmente, há uma boa chance de ele contrair carrapatos. 

Como saber se um cachorro tem carrapato?

Como encontrar carrapato em um cachorro?

Os carrapatos podem ser bastante difíceis de encontrar, principalmente em cães de pelagem longa. Utilizar pentes específicos para remover pulgas, como o Pente Chalesco ou esse da American Pets, podem não ser uma boa ideia, pois podem até retirar o parasita, mas manter suas “garras” ainda na pele do cão.  Fazer uma boa inspeção com os olhos e as pontas dos dedos é o mais indicado.

Para quem não sabe, carrapatos preferem as partes mais quentes e úmidas do corpo dos cães. Então, o ideal é ir direto ao ponto, isto é, nos lugares certos, como atrás das orelhas e em áreas onde o pelo pode ficar mais abafado, como debaixo da coleira. O pai humano também deve olhar com atenção para as costas e próximo à cauda.

Lembre-se: a melhor forma de procurar carrapatos em um cachorro é fazer com que isso seja divertido e agradável para ele. Antes do check up, leve-o para um passeio ou pratique alguma atividade que ele adora. Depois, com carinho, vá à caça do parasita.

Achei um carrapato, e agora?

Sabemos o quanto é difícil encontrar um parasita no filho de quatro patas, mas não entre em desespero. Se você achou um carrapato, não cometa o erro de puxá-lo de qualquer maneira, pois isso pode causar inflamações na pele do pet. Na dúvida, consulte seu médico veterinário de confiança para saber como proceder. Ele pode te indicar algum produto ou pedir para avaliar seu pet presencialmente.

Em casos de infestação severa, o ideal é tratar não somente os pets, mas todo o ambiente, afinal, carrapatos podem transmitir doenças para cachorros, gatos e também para humanos.

Infelizmente, todos os cachorros estão sujeitos a contrair carrapatos, mas, por sorte, existem alguns excelentes produtos para a prevenção desses hóspedes antipáticos, que costumam ser mais frequentes durante a primavera e o verão, períodos que oferecem as melhores condições para a proliferação da espécie.

Nessas épocas, usar uma coleira antiparasitas, como a Scalibor, ou um antipulgas e carrapatos eficiente, como o Bravecto ou o Nexgard, é bastante válido para que o cachorro não sofra com coceiras excessivas e possíveis doenças.

Fonte do artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *