Cachorro-idoso-Petlove
Cinco maneiras de fazer seu pet chegar bem à velhice
4 de agosto de 2020
Tipos de enriquecimento ambiental para cães
Tipos de enriquecimento ambiental para cães
4 de agosto de 2020

Como evitar que seu cachorro morda pessoas e outros pets

Cachorro-latindo-Petlove

Se toda vez que você pega a guia para dar um passeio com o seu peludinho na rua, fica apreensivo pensando que a qualquer momento ele pode avançar em alguém, é bom procurar medidas que acabem com esse temor e torne os passeios mais tranquilos.

Algumas raças caninas, principalmente aquelas que são originalmente de caça e de guarda, podem apresentar maior predisposição à agressividade, porém, independentemente de ter um temperamento mais afrontoso, qualquer cão pode aprender a não enxergar pessoas e outros pets como um perigo e a ser mais calmo em suas ações.

Cachorro-latindo-Petlove

Socialize seu cachorro

A tão falada socialização pode dar um certo trabalho, porém, quando feita corretamente, é capaz de transformar o seu peludinho em um parceiro ideal para todos os momentos. E aqui não tem segredo, quanto antes você começar, mais chances tem de fazer o seu filho de quatro patas aprender e seguir os seus ensinamentos.

Quando ele ainda for um filhote, nada de trancafiá-lo dentro de casa ou deixá-lo ao relento no quintal. Pelo contrário, ofereça ao cãozinho a maior diversidade de experiências possível, permitindo que ele tenha contato com várias pessoas (e de diferentes idades), descubra diversos lugares e brinque com outros pets. O cardápio pode ser ainda mais completo se você acostumar o pet com situações barulhentas, a manipulação corporal – que é importante para ajudar na aplicação de medicamento e nos cuidados com a higiene bucal, por exemplo -, além treinamentos que ensinem comandos básicos como “pare” e “volte” ao animal.

Como evitar mordidas de cachorro

Claro que por seguir seus instintos ou sentir-se ameaçado, às vezes, o bichinho pode apresentar um comportamento agressivo, por isso, é importante que toda interação, principalmente com as crianças, seja supervisionada. Seguir algumas dicas também ajuda a evitar mordidas:

  • Quando um desconhecido quiser interagir com o seu pet na rua, avise-o antes sobre o temperamento do pet e, mesmo que tenha um parceiro dócil, peça para a pessoa deixar o cãozinho cheirar sua mão (fechada). Feito o primeiro contato, explique que os cães preferem receber carinho nos ombros e no peito, já que na parte superior da cabeça eles tendem a se sentir mais vulneráveis.
  • Oriente as pessoas que não se aproximem do cachorro quando ele ele estiver dormindo, comendo, mastigando um brinquedo ou cuidando dos filhotes. Nessas situações, os bichinhos querem privacidade e costumam mostrar os dentes quando não são respeitados. 
  • Cachorro latindo ou rosnando é um claro sinal que ele não quer ninguém por perto. Afaste as pessoas do raio de visão do peludinho – ou leve-o para outro local – para que ele possa se acalmar.
  • Se o seu cachorro fica no quintal ou em um lugar cercado, deixe uma placa avisando os transeuntes sobre a presença do animal. Nestes espaços, mesmo os cães que não sejam de guarda, podem querer atacar para proteger o seu espaço.

Importante: caso você perceba que o seu filho de quatro patas está com atitudes agressivas corriqueiras, peça ajuda a um médico veterinário especialista em comportamento animal. Pode ser que o cachorro esteja estressado devido a um problema de saúde e, mesmo que não seja esse o motivo, você será orientado sobre como contornar o comportamento indesejado do animal.

Fonte do artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *